as 10 melhores artes marciais para auto defesa

as 10 melhores artes marciais para auto defesa

As artes marciais são um excelente esporte para assistir e uma boa maneira de entrar em forma, mas assumem um valor maior quando são usadas para autodefesa. Nesta lista, vamos dar uma olhada nas melhores artes marciais para quem estiver interessado em se proteger de atacantes.

Kickboxing

Existem vários estilos de kickboxing. O mais famoso chama-se Muay Thai, que significa algo como “arte dos oito membros”. O kickboxing para autodefesa possui um ritmo rápido que busca confundir o oponente e procurar todas as aberturas possíveis. Se o atacante tem uma faca e você está no alcance dela, é isso que ele vai usar. Quem está se defendendo possui mais armas: mãos, pés, joelhos, cotovelos e cabeça.

Caratê

A maior parte dos socos e facadas dos atacantes são feitos retos em direção à vítima, não em arco. O movimento de caratê sugerido aqui se concentra em desviar os ataques. O que se pode fazer é dar um passo e ficar de lado, criando uma linha lateral em direção ao braço do atacante, e em seguida acertar seu punho ou a mão que segura a faca, para rapidamente atacar sua barriga.

Aikido

O Aikido é uma arte interessante reconhecida rapidamente pelos seus movimentos. Ela tem alguns golpes, mas é baseada principalmente no fato que quando um atacante golpeia, ele deixa alguma parte do seu corpo vulnerável. Quem não ataca permanece defensivamente invulnerável. O praticante de Aikido não faz nada para impedir o ataque, mas usa o momento do atacante contra ele.

Wing Chun

Wing Chun Kung Fu é a arte que Yip Man ensinou a Bruce Lee, e que Lee achou ser muito lenta e formal para autodefesa. Pode ser verdade no caso de Bruce Lee lutando contra especialistas em artes marciais, como Wong Jack Man: o primeiro derrotou o segundo em 3 minutos, quando a maioria dos outros lutadores no mundo precisaria de mais tempo e se machucaria mais.

Jiu-Jitsu

O estilo mais universal nesta lista, é um híbrido verdadeiro, incorporando elementos de agarramentos, golpes fortes, dedos nos olhos, estrangulamentos, mordidas, travamento de articulações, bem como o controle do centro de gravidade do defensor versus o do atacante.

Jeet Kune Do

Bruce Lee idealizou “um estilo sem estilo”, o que parece ser um contra-senso, até que você começa a entender o conceito de adaptação. Lee enfatizava que “a pior coisa que você pode fazer é tentar antecipar o resultado de uma luta. Você não deve estar pensando em nada além do ataque do oponente e a sua defesa. Limpe a mente de outros pensamentos, ou eles vão te deixar mais lento”.

Boxe ocidental

Todos já ouviram histórias de assaltantes escolhendo o velho errado para roubar. O velho era provavelmente um boxeador. Eles golpeiam rápido, com força e com muito mais precisão que qualquer outro lutador treinado. A razão é que um boxeador treina em média 4 anos só para socar de forma correta. Eles não têm permissão para chutar, então as mãos são tudo que precisam.

Jiu-Jitsu brasileiro

Esta arte híbrida mistura os golpes e movimentos do Jiu-jitsu com ênfase sobre as juntas e o controle total do oponente, terminando uma briga rapidamente. Quanto maior o atacante, mais facilmente ele pode ser agarrado pelos pés e o seu centro de gravidade pode ser usado contra ele, sendo forçado a se render (ou desmaiar).

Método de luta Keysi

Este é método de luta que se vê nos filmes de Batman feitos por Chris Nolan, e foi desenvolvido por Justo Dieguez e Andy Norman, baseado na experiência de Dieguez em brigas de rua na Espanha. Segundo as revistas em quadrinhos, os métodos de luta de Batman requerem eficiência máxima, já que ele é um gênio do combate ao crime e não desperdiça tempo ou energia ao neutralizar criminosos. Atacar dez ou vinte bandidos é rotina para ele, e Dieguez e Norman desenvolveram o estilo que permite se defender de um grupo deste tamanho. Parece impossível, mas depois de 6 ou 7 anos de treino, o que não é um tempo muito grande, qualquer um pode fazer todos os movimentos necessários, se tornando uma máquina de autodefesa.

Krav Maga

Esta é a arte marcial nacional de Israel, desenvolvida por Imi Lichtenfeld e dedicada a incapacitação sem limites, com o objetivo de sobreviver na rua.

Curso de Defesa Pessoal em Krav Maga da SOS-i